2008
Language:
Portuguese

Queda recente da desigualdade de renda nas regiões Sul e Sudeste: a participação dos programas sociais

Este trabalho investiga o papel do rendimento proveniente dos programas de transferência monetária na concentração de renda das regiões Sul e Sudeste do Brasil entre 2001 e 2006. Para isso, mede a participação dessa fonte de rendimento na composição da renda domiciliar per capita e a sua razão de concentração, obtidas através da técnica de decomposição do índice de Gini. As parcelas dos rendimentos em decomposição são: trabalho principal, outros trabalhos, aposentadorias e pensões, aluguéis, doações e juros, etc. Verifica-se expressivo aumento da participação do componente “juros, etc” (parcela do rendimento onde está inserida a renda dos programas sociais), na formação da renda domiciliar per capita. Além disso, sugere-se que esse componente colaborou com a queda recente do índice de Gini, uma vez que na maioria dos analisados contribuiu para reduzir a disparidade na distribuição de renda das regiões Sul e Sudeste, seguindo a tendência do Brasil.