Os benefícios da implementação ágil nas intervenções de desenvolvimento da proteção social: uma análise comparativa de implementações de sistemas de informações sobre proteção social no Timor-Leste, nas Bahamas e na Indonésia

Neste trabalho, três casos de programas de transferência de renda são analisados, especificamente, pelo prisma da implementação ágil de programas. Os casos são examinados a partir da perspectiva do financiamento, do planejamento, da aquisição, do projeto e da execução de maneira geral. Identificamos tanto variáveis controláveis quanto incontroláveis/externas que tiveram impacto no relativo sucesso ou fracasso dos programas, visto pela perspectiva de entidade implementadora. Notadamente, atenção especial é dedicada a como os programas ganharam escala. Programas que começam pequenos, transferindo renda para um subconjunto de beneficiários, e crescem progressivamente valendo-se de sistemas de informação de proteção social são definidos como programas “ágeis”, refletindo uma metodologia de desenvolvimento ágil. Tais programas são demonstrados no Timor-Leste e na Indonésia. E os programas que buscaram um desenho completo, introduzindo ou reformulando completamente um programa de alcance nacional de uma vez só, são definidos como programas “não ágeis”. É o caso das Bahamas.