Primary tabs

Description

A Coordenação-Geral de Extensão Tecnológica do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (CGET/MCTIC) visa contribuir com o desenvolvimento social por meio da realização de atividades de extensão tecnológica. O decreto nº8877 de 18 de outubro de 2016 que aprova a nova estrutura regimental do MCTIC, prevê a formulação, o acompanhamento e a proposição da política em ciência e tecnologia na área de segurança alimentar e nutricional e de seus indicadores. Assim, pressupõe a articulação de iniciativas que visem à atuação, em especial, junto à parcela da população que se encontra em situação de vulnerabilidade social e em insegurança alimentar e nutricional. Para tanto, busca construir estratégias locais em parceria com instituições de ensino e pesquisa. A aproximação academia-sociedade se direciona para a solução de questões regionais, fomentando e socializando o conhecimento científico aliado ao conhecimento tradicional. 

O objetivo da área é promover ensino-pesquisa-extensão em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (SSAN) por meio do fomento a projetos, articulação das iniciativas, processo formativos colaborativos, cooperação científica nacional e internacional em diálogo com políticas públicas de SSAN. A segurança alimentar e nutricional tem evoluído ao longo dos anos como um campo importante de geração de conhecimento no Brasil, cujo arcabouço está em congruência com a Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional (Losan) e a Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (PNSAN - Lei nº 11.346/2006 e Decreto nº7.272/2010). O conjunto de ações do governo federal que buscam garantir a segurança alimentar e nutricional (SAN) e o direito humano à alimentação adequada (DHAA) à população brasileira compõem o Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Plansan). O Plansan é o principal instrumento da PNSAN envolvendo os órgãos componentes do Consea (Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional) e da Caisan (Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional). O Plansan é aprovado pelos ministros que integram a Caisan. O Plansan 2016-2019 é composto por 09 desafios, 121 metas e 99 ações. O MCTIC integra o desafio 6.8: “Consolidar a implementação do sistema nacional de segurança alimentar e nutricional (Sisan), aperfeiçoando a gestão federativa, a intersetorialidade e a participação social”, no item “Formação, pesquisa e extensão em SAN e DHAA”.